ANÚNCIO

A incredulidade de muitos é desmanchada a partir do momento que alguém passa por uma experiência capaz de mudar radicalmente o significado real para a vida de uma pessoa e esclareça seus questionamentos, como ocorreu com o ateu Craige Keener.

ANÚNCIO

Craige se apresentava como eteu por convicção e zombava do cristianismo, falava mal dos cristãos, era sarcástico em relação a Deus. “No começo, estava bastante convencido sobre o meu ateísmo”, disse ele para o apologista cristão Sean McDowell.

Mas, assim como muitos, o que continuava incomodando o até então ateu Craige eram as questões referentes à vida. Coisas concernentes ao futuro, pós-morte, e isso o ateísmo não lhe proporcionava respostas.

“Comecei a ler Platão e a pensar na imortalidade da alma. Eu não estava realmente satisfeito com a maneira como ele argumentava [sobre o tema]”, lembra.

ANÚNCIO

Ele tinha esse questionamento, desejava saber o que aconteceria após a sua morte, indicando uma angustia que muitos teólogos apontam como uma das muitas evidências naturais de que o ser humano não foi feito para deixar de existir.

ANÚNCIO

“Não havia nenhum significado na minha visão de mundo”, afirmou o ateu, que começou a pensar: “Se há algo infinito por aí que também se importa, por favor, mostre-me”.

Ele disse que ficou 45 minutos conversando sobre o Evangelho de Cristo com algumas pessoas. E mesmo relutando com tantos questionamentos e teorias, horas depois sentiu algo diferente. O Espírito Santo começou a incomodá-lo.

“Fiquei tão impressionado com a convicção do Espírito Santo pela próxima hora que finalmente caí de joelhos. Deus estava na sala comigo. Não havia como negar a presença dele!”, lembra.

ANÚNCIO

Não aconteceu da forma que ele imaginava, pois Deus é especialista em surpreender.

ANÚNCIO

“Não era esse o tipo de evidência que eu estava pedindo, mas era mais real”, admite.

“Tudo bem, Deus, eu não entendo como Jesus, morrendo e ressuscitando dentre os mortos, me deixa bem com você, mas se é isso que você está dizendo, eu acredito”, disse o agora convertido e ex-ateu no momento em que se rendeu aos pés de Cristo.

Ele disse que pediu a Deus para lhe ajudar na sua fé, pois sozinho não conseguiria. Nos dias atuais Craige tem uma vida dedicada a Deus. “Eu não entendo o que aconteceu comigo, mas agora acredito que existe um Deus e vou dar minha vida a Ele”, afirmou.

ANÚNCIO

É professor no Seminário Teológico de Asbury, autor de 28 livros, seis deles premiados. Já vendeu mais de meio milhões de cópias, edições em vários idiomas e 50 mil cópias em coreano, segundo o God Reports.

ANÚNCIO

Fonte: noticias.gospelmais.com.br/nao-havia-significado-visao-ateu-convertido-136524.html

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here