Auxílio emergencial deve ser de R$ 400 na 4ª parcela
Auxílio emergencial deve ser de R$ 400 na 4ª parcela
Auxílio emergencial deve ser de R$ 400 na 4ª parcela

imagem16-06-2020-17-06-35
imagem16-06-2020-17-06-35
O ministro Paulo Guedes (Economia) propôs que o auxílio emergencial continuasse por mais 2 meses com a redução do valor para R$ 300. Agora, o governo aceita que seja R$ 400

Começou a temporada de aumento do auxílio emergencial. Jair Bolsonaro já está convencido de que a 4ª parcela do benefício deve ser reduzida de R$ 600 para R$ 400 –e não para R$ 300, como havia sugerido o ministro Paulo Guedes (Economia).

+ Bolsonaro confirma mais duas parcelas do auxílio emergencial

O governo já havia feito uma concessão a a respeito do valor do chamado coronavoucher quando o benefício foi criado. No início, Guedes propunha que o bônus fosse de R$ 200 por mês; no Congresso, sob pressão, o governo chegou a 3 parcelas de R$ 600.

(Com Poder 360)

Relacionado

Comentários

Atenção! Os comentários do Jornal Fogo Cruzado DF são via Facebook, lembre-se que o comentário é de inteira responsabilidade do autor, comentários impróprios podem ser denunciados por outros usuários, acarretando até mesmo a perda da conta do Facebook.

imagem16-06-2020-17-06-36
imagem16-06-2020-17-06-36

Fonte: fogocruzadodf.com.br/noticias/mundo/auxilio-emergencial-deve-ser-de-r-400-na-4a-parcela

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here