Sem citar tentativa de invasão, Eduardo Bolsonaro defende 300 do Brasil

O deputado Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), filho do presidente da República, fez uma manifestação de apoio, na manhã de hoje (13), ao grupo 300 do Brasil, que tentou invadir o Congresso Nacional no final da tarde. Mesmo após a tentativa de invasão, Eduardo voltou a defender o grupo no final da tarde, sem citar a tentativa de invasão. Os bolsonaristas foram expulsos da Esplanada dos Ministérios, onde estavam acampados ilegalmente, segundo nota do Governo do Distrito Federal.

Segundo a líder do grupo, a tentativa de invasão foi uma resposta ao fechamento do acampamento. “Vocês tiram nossa barraca e a gente tira seu Congresso”, disse Sara Winter.

Durante a manhã, o grupo foi retirado da Esplanada, onde estava acampado há mais de dois meses. Eduardo Bolsonaro compartilhou um vídeo, onde mostra a Polícia Militar jogando spray de pimenta para retirar parte do grupo que se recusou a sair.

Leia mais

Moraes pede vista e adia julgamento de ação contra chapa…

9 jun, 2020

Deputado que disse que coronavírus “idiotiza as pessoas”…

9 jun, 2020

“O que essas pessoas estavam fazendo de errado ou ruim para que o governador Ibaneis determinasse sua remoção? Manifestação seguindo protocolos de saúde não desrespeita sequer o decreto distrital”, disse Eduardo.

O que essas pessoas estavam fazendo de errado ou ruim para que o governador Ibaneis determinasse sua remoção? Manifestação seguindo protocolos de saúde não desrespeita sequer o decreto distrital.

Sei que a PM cumpre ordens, mas surpreende negativamente essa ação. pic.twitter.com/m1QS3CpvMV

— Eduardo Bolsonaro🇧🇷 (@BolsonaroSP) June 13, 2020

Ao contrário do que disse o filho do presidente, o governo do DF afirmou que o acampamento estava irregular. “A Secretaria DF Legal informa que os manifestantes ocupavam área pública, na Esplanada dos Ministérios, o que não é permitido”, afirmou a entidade. “Ainda, o Decreto nº 40.509/20, que trata de medidas de enfrentamento à pandemia, proíbe aglomerações com mais de 100 pessoas em eventos que demandem a autorização prévia do GDF”, afirmou.

Já após a tentativa de invasão do Congresso Nacional, Eduardo Bolsonaro voltou a defender o grupo. Segundo ele, parte dos manifestantes foram até uma chácara, onde seguirão acampados. “Agora de tarde estive no QG Rural, acampamento desfeito sob ordem do gov. Ibaneis do DF. Em que pese ter visto cenas lentáveis [sic] mais cedo com spray de pimenta, agora a tarde deu para ver alguns sorrisos e dar uma levantada na moral”, disse. Eduardo afirmou que na próxima segunda (15), se reunirá com o deputado Daniel Silveira (PSL-RJ), para reclamar “sobre os fatos de hoje e manifesto por respeito à liberdade de expressão. Outras medidas podem ser tomadas”, disse.

imagem13 06 2020 23 06 53
imagem13 06 2020 23 06 53
Continuar lendoConteúdo Bloqueado

Ajude-nos a crescer! Compartilhe esta matéria com seus amigos no Facebook clicando no botão abaixo para desbloquear o conteúdo automaticamente. Compartilhar é grátis!

Clicando no botões você concorda com os termos de uso e política de privacidade

Compartilhe isso:

Curtir isso:

Curtir Carregando…

Fonte: xn--flashdenotcias-9lb.com.br/noticias/politica/sem-citar-tentativa-de-invasao-eduardo-bolsonaro-defende-300-do-brasil-congresso-em-foco

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here