Governo do DF fecha Esplanada dos Ministérios em dia de protestos
Governo do DF fecha Esplanada dos Ministérios em dia de protestos
Governo do DF fecha Esplanada dos Ministérios em dia de protestos
Governo do DF fecha Esplanada dos Ministérios em dia de protestos
Governo do DF fecha Esplanada dos Ministérios em dia de protestos
Governo do DF fecha Esplanada dos Ministérios em dia de protestos

Por determinação do governador do Distrito Federal, Ibaneis Rocha (MDB), a Esplanada dos Ministérios, em Brasília, está fechada na manhã deste domingo (14.jun.2020). Havia a possibilidade de manifestações a favor e contra o presidente Jair Bolsonaro serem realizadas no local.

Ibaneis assinou o decreto de fechamento no sábado (13.jun). O documento (íntegra – 71 kb) foi publicado em edição extra do Diário Oficial do Distrito Federal. Entre os fatores que motivaram a medida, estão a “verificação de aglomerações” e “identificação de conteúdos anticonstitucionais”.

Eis todos os motivos elencados para o fechamento:

  • pandemia – registro de aglomerações nos últimos dias que contrariam as medidas sanitárias de combate ao novo coronavírus;
  • atos antidemocráticos – identificação de conteúdos anticonstitucionais em parte das manifestações realizadas;
  • ataque aos Poderes – identificação de ameaças declaradas por alguns dos manifestantes aos Poderes constituídos;
  • coronavírus – “A situação demanda o emprego urgente de medidas de prevenção, controle e contenção de riscos, danos e agravos à saúde pública, a fim de evitar uma maior proliferação da doença no Distrito Federal”.

A Praça dos Três Poderes, que era palco de atos pró-Bolsonaro há semanas, amanheceu com poucos apoiadores. Assista abaixo (1min23s):

Ibaneis virou alvo de manifestantes bolsonaristas nas redes sociais. Na manhã de sábado (13), uma operação do governo do Distrito Federal removeu o acampamento “300 do Brasil” –grupo radical de apoiadores do presidente que estava há mais de 1 mês acampado na Esplanada dos Ministérios. Apesar do nome, o grupo tem por volta de 50 pessoas.

Uma das líderes do “300 do Brasil”, a ativista e YouTuber Sara Giromini –conhecida como Sara Winter–, xingou a secretaria de Segurança Pública de Brasília depois da remoção. “É 1 bando de filho da puta, cuzão, arrombado do caralho”, disse a 1 policial militar.

imagem14 06 2020 15 06 46
imagem14 06 2020 15 06 46
imagem14-06-2020-15-06-46

Apoiadores do presidente Bolsonaro (acampamento dos “300”) durante ato da oposição em frente ao Congresso. Apoiadores do presidente Bolsonaro hostilizaram os participantes da carreata da oposição. Sérgio Lima/Poder360 13.06.2020

Winter foi alvo da operação da Polícia Federal deflagrada no âmbito do inquérito do STF (Supremo Tribunal Federal) que apura fake news. Naquela ocasião, ela ameaçou o ministro Alexandre de Moraes, que autorizou a ação policial.

A militante, junto com outros integrantes do grupo conhecido como “300 do Brasil”, manifestaram-se contra o STF na noite de sábado (13). Simularam 1 bombardeio com fogos de artifício. A ação foi documentada em vídeo. Eis abaixo (4min28s):

Por volta das 15h40 do mesmo sábado (13), o grupo de bolsonaristas invadiu o telhado do Congresso Nacional. Eles pularam a grade e se dirigiram à cúpula do Senado. Foram retirados pela segurança do Congresso, chamada de Polícia Legislativa.

Depois, de 20 a 30 desses militantes ficaram no gramado em frente à sede do Legislativo gritando palavras de ordem. Às 16h40, aos poucos, as pessoas se retiravam do gramado. Apenas uma parte do grupo usava máscaras. O item é obrigatório no Distrito Federal. Assista abaixo (3min32s):

As manifestações contra o STF e o Congresso Nacional se tornaram habituais em Brasília, diante dos atritos entre o presidente da República, chefe do Executivo, com integrantes de outros Poderes. Nas manifestações bolsonaristas, apoiadores costumam pedir intervenção militar e fechamento de outras instituições.

Os atos normalmente são realizados aos domingos. Já houve manifestações, no entanto, em outras ocasiões. Na madrugada de sábado (30.mai) para domingo (31.mai) deste ano, 1 grupo liderado por Sara Winter foi até o STF com máscaras e tochas para protestar contra a Corte.

A estética dos manifestantes era semelhante ao grupo supremacista branco Ku Klux Klan, que perseguia negros nos Estados Unidos, no século passado.

Veja fotos da Esplanada dos Ministérios e da Praça dos Três Poderes na manhã deste domingo:

imagem14 06 2020 15 06 46
imagem14 06 2020 15 06 46
imagem14-06-2020-15-06-46

Governo de Brasília fecha a Esplanada dos Ministérios neste domingo (14.jun.2020) Sérgio Lima/Poder360 – 14.jun.2020

imagem14 06 2020 15 06 46
imagem14 06 2020 15 06 46
imagem14-06-2020-15-06-46

Governo de Brasília fecha a Esplanada dos Ministérios neste domingo (14.jun.2020) Sérgio Lima/Poder360 – 14.jun.2020

imagem14 06 2020 15 06 46
imagem14 06 2020 15 06 46
imagem14-06-2020-15-06-46

Governo de Brasília fecha a Esplanada dos Ministérios neste domingo (14.jun.2020) Sérgio Lima/Poder360 – 14.jun.2020

imagem14 06 2020 15 06 47
imagem14 06 2020 15 06 47
imagem14-06-2020-15-06-47

Governo de Brasília fecha a Esplanada dos Ministérios neste domingo (14.jun.2020) Sérgio Lima/Poder360 – 14.jun.2020

imagem14 06 2020 15 06 47
imagem14 06 2020 15 06 47
imagem14-06-2020-15-06-47

Governo de Brasília fecha a Esplanada dos Ministérios neste domingo (14.jun.2020) Sérgio Lima/Poder360 – 14.jun.2020

Continuar lendo

Conteúdo Bloqueado

Ajude-nos a crescer! Compartilhe esta matéria com seus amigos no Facebook clicando no botão abaixo para desbloquear o conteúdo automaticamente. Compartilhar é grátis!

Clicando no botões você concorda com os termos de uso e política de privacidade

Compartilhe isso:

Curtir isso:

Curtir Carregando…

Fonte: xn--flashdenotcias-9lb.com.br/destaques/governo-do-df-fecha-esplanada-dos-ministerios-em-dia-de-protestos-poder360-correio-df

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here