ANÚNCIO

Um empresário decidiu que pagará as multas impostas pelo governo do estado a três igrejas de sua cidade que se recusaram a interromper a celebração dos cultos.

ANÚNCIO

Willie Wilson, que frequenta uma das igrejas multadas pelo governo de Illinois (EUA) por realizarem cultos violando a ordem de confinamento, é um ex-candidato a prefeito e empresário influente. 

De acordo com informações do portal Chicago Tribune, ele anunciou que pagará as multas de US$ 500 das três igrejas de Chicago que realizaram cultos no domingo.

A Igreja Romena de Deus da Filadélfia, em Uptown, a Igreja Pentecostal Romena Elim em Albany Park e a Igreja Internacional Praise Metro em Belmont Cragin foram criticadas pela imprensa e multadas pelas autoridades por permitirem que mais de 10 pessoas – o atual limite estabelecido pelo governador JB Pritzker – participassem dos cultos.

ANÚNCIO

Wilson, em comunicado, disse que esse limite viola o livre exercício da religião pelas igrejas: “O governador e o prefeito continuam a pisar em nossos direitos constitucionais enquanto se escondem atrás de uma ordem de permanência em casa que trata a igreja como não essencial”, disse o comunicado. 

ANÚNCIO

“É vergonhoso que a igreja seja discriminada, enquanto as lojas de bebidas, os dispensários de maconha […] são tratados como negócios essenciais”, protestou.

O empresário esteve envolvido na resposta à pandemia de coronavírus de Illinois desde o início. Desde março, ele realiza vários eventos para distribuir máscaras a residentes de Chicago, incluindo uma iniciativa recente de doar 5 milhões de máscaras que se tornaram controversas quando o prefeito Lori Lightfoot questionou sua viabilidade logística.

Wilson também criticou o relacionamento da ordem de confinamento com as igrejas. Ele realizou uma coletiva de imprensa na semana passada ao lado de dezenas de pastores e outros líderes religiosos para pedir restrições mais flexíveis, e realizará outra coletiva de imprensa na próxima quinta-feira para discutir o pagamento das multas.

ANÚNCIO

No domingo passado, Wilson participou dos cultos na Igreja Romena da Filadélfia, cujo pastor, Florin Cimpean, comparou a ordem “fique em casa” com o comunismo. Essa igreja foi uma das três multadas por funcionários do governo.

ANÚNCIO

Fonte: noticias.gospelmais.com.br/empresario-pagara-multas-igrejas-realizaram-cultos-135618.html

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here