ANÚNCIO

Os avanços da arqueologia bíblica são significativos a cada dia. Em mais uma descoberta arqueológica, cientistas revelaram a existência de túneis secretos abaixo do Muro das Lamentações, em Israel.

ANÚNCIO

Eles acharam três túneis datados de aproximadamente 2.000 anos, além de um pátio aberto e duas salas. Acredita-se que foram construídos abaixo do Muro das Lamentações como recurso de fuga em caso de perseguição política ou religiosa.

Nos locais esculpidos nas rochas os arqueólogos encontraram vasos de barro usados para cozinhar, núcleos de lâmpadas a óleo, uma caneca de pedra e uma bacia de pedra, além de outros utensílios usados em rituais, característicos daquele período.

O diretor da Western Wall Heritage Foundation, Mordechai Eliav, também observou que os túneis podem ter “servido como despensa para uma estrutura aérea que não sobreviveu ou como um espaço esculpido”.

ANÚNCIO

A descoberta arqueológica amplia o número de evidências sobre a história bíblica, uma vez que o Muro das Lamentações é o último remanescente do Templo de Salomão. A construção passou por várias reformas ao longo dos anos, segundo o Thekotel.

ANÚNCIO

No ano 37 antes de Cristo, por exemplo, quando Herodes foi nomeado rei em Jerusalém, ele fez um projeto de renovação para o Templo, ampliando a área do Monte do Templo achatando o pico da montanha e construindo quatro paredes de apoio ao redor.

Os túneis descobertos pelos cientistas modernos, conforme noticiado pela Socientifica, está localizado exatamente abaixo dessas construções, sendo o Muro das Lamentações que conhecemos é um dos quatro que foram erguidos na época de Herodes.

O local é considerado sagrado para Judeus e muçulmanos. A região é lugar de peregrinação e visitação também pelos cristãos. No Muro das Lamentações um dos costumes mais adotados, além da oração, é a colocação de pedidos de oração escritos em pequenos pedaços de papel que são depositados nas fendas das rochas.

Fonte: noticias.gospelmais.com.br/cientistas-tuneis-muro-lamentacoes-israel-135592.html

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here