ANÚNCIO

A contaminação com o novo coronavírus, ou Covid-19, como também é chamado o agente biológico, representa maior risco de gravidade e até de morte para a população idosa, acima dos 60 anos, e pessoas com alguma debilidade preexistente em saúde.

ANÚNCIO

Entretanto, o número de idosos recuperados do Covi-19 é muito maior do que os afetados gravemente e que vieram a óbito pela doença. Um exemplo disso é a senhora Maria Branyas, uma idosa de incríveis 113 anos, residente na Espanha, Europa.

A idosa considerada a mulher mais velha da Espanha atualmente, e a mais velha a se curar do coronavírus, se recuperou totalmente do Covid-19, contrariando às perspectivas negativas do seu possível prognóstico.

Branyas agora acredita que a pandemia deverá produzir mudanças significativas na população mundial para o futuro, especialmente de caráter humanitário.

ANÚNCIO

“Dada a minha idade, provavelmente não vou estar lá. Mas acredite, é necessário”, disse ela ao fazer um pedido por mais atenção nesse quesito, algo crucial no contexto atual de isolamento social em função da quarentena.

ANÚNCIO

A idosa destacou a situação de muitas pessoas que vivem em uma condição de esquecimento, especialmente os idosos, após longos anos de dedicação para suas famílias. Para Branyas, a pandemia também tem servido para chamar atenção sobre isso.

“Essa pandemia revelou que os idosos são os esquecidos da nossa sociedade”, disse ela, segundo informações do The Guardian.“Eles lutaram a vida inteira, sacrificaram o tempo e os sonhos pela qualidade de vida de hoje. Eles não mereciam deixar o mundo dessa maneira”, reclamou a senhora.

A senhora Branyas atribuiu a sua cura do coronavírus a Deus, pois também acredita que só está viva por permissão do Senhor. Questionada sobre o que espera do futuro a partir de agora, ela foi bastante objetiva em sua resposta:

ANÚNCIO

“Bem, eu vou viver”, disse ela. “Até que Deus queira.”

ANÚNCIO

Fonte: noticias.gospelmais.com.br/curada-covid-19-idosa-113-anos-deus-135562.html

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here