ANÚNCIO

A luta contra a pandemia do novo coronavírus tem sido um desafio para os profissionais de saúde em todo o mundo. Mesmo os cristãos, que contam com a fé em Deus e a Sua intervenção nas situações mais difíceis, testemunham o quanto é difícil ter que enfrentar diariamente a luta contra a Covid-19.

ANÚNCIO

“Nós nos sustentamos através da oração. Nós nos sustentamos apoiando um ao outro e nos sustentamos apenas com a esperança de cada um desses pacientes ir embora”, declarou o médico K. Elliott Tenpenny.

Elliott trabalha na linha de frente de combate ao Covid-19. Ele atua como médico do projeto missionário Bolsa Samaritano, mantido pela organização fundada pelo pastor evangelista Franklin Graham, a qual chegou a enviar um avião-hospital para ajudar às vítimas do coronavírus na Itália.

Elliott, no entanto, trabalhou em um hospital de campanha localizado no Central Park, em Nova York, cidade epicentro do Covid-19 nos Estados Unidos, onde milhares de pessoas perderam as suas vidas.

ANÚNCIO

O médico fez alguns relatos da sua experiência, destacando a importância da oração diante da pandemia, assim como de decisões responsáveis no tocante à volta das atividades sociais, uma vez que o risco de contaminação com o vírus permanece.

ANÚNCIO

“O mundo precisa se abrir novamente, mas também temos que proteger os mais vulneráveis ​​de nossos cidadãos e nosso povo”, explica o médico.

“Como cristãos, estamos na brecha e podemos preenchê-la com oração. Podemos orar por nossa liderança, local e nacionalmente, para que as decisões corretas sejam tomadas e que as pessoas levem isso muito a sério”, disse ele.

“Há muitas decisões difíceis pela frente a serem tomadas pelos nossos líderes, decisões difíceis para os estados quando precisam reabrir e as pessoas precisam voltar ao trabalho, voltar às empresas e isso deve acontecer eventualmente. (…) Meu maior incentivo à comunidade cristã seria orar para que nossos líderes tomassem decisões sábias”, destaca.

ANÚNCIO

Doença perigosa

O médico K. Elliott Tenpenny explicou que o Covid-19 se trata de uma doença realmente perigosa, visto que ela reage de forma inesperada em diferentes pacientes. Ou seja, não há uma previsão segura para todos os casos, podendo afetar gravemente de modo repentino a sua vítima, tornando o tratamento algo muito difícil.

ANÚNCIO

“Foi difícil, honestamente. Foi difícil. Recebemos muitos pacientes no início do curso da doença. E isso significa que muitos deles melhoraram e alguns não, e pioraram progressivamente ”, disse Tenpenny, segundo informações do Christian Post.

“Conhecemos esses pacientes antes que eles ficassem tão ruins; eu tinha falado com eles, chegado a conhecê-los e então alguns deles pioravam progressivamente”, ressaltou.

“Esta doença é terrível. Ela realmente arrasa as pessoas e o faz de uma maneira muito repentina. Assim, alguém pode ficar bem por um dia ou dois e, de repente, pior muito rápido”, conclui o médico.

ANÚNCIO

Apesar da grande dificuldade, o médico também testemunhou o agir de Deus em vários casos. Situações de pessoas que pareciam não ter mais como se recuperar, mas terminaram curadas milagrosamente.

ANÚNCIO

“Vimos muitas coisas realmente milagrosas acontecerem com os pacientes melhorando quando parecia não haver mais chance”, disse Tenpenny. “E foi realmente incrível ver tudo isso”.

Fonte: noticias.gospelmais.com.br/medico-fala-covid-19-sustentamos-atraves-oracao-135015.html

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here