ANÚNCIO

O decreto de bloqueio e fechamento completo de cidades no estado do Pernambuco, o lockdown, está sendo questionado pela Associação Nacional dos Juristas Evangélicos (ANAJURE) por impedir que pastores possam ir aos templos realizar a transmissão online dos sermões.

ANÚNCIO

A informação foi publicada pelo Observatório das Liberdades Civis Fundamentais mantido pela entidade, através de sua página no Facebook.

”Informamos que a ANAJURE está reunida com parlamentares e líderes religiosos de Pernambuco, discutindo medidas a serem adotadas, tendo em vista o Decreto do Governador do Estado, publicado hoje (12), que institui o lockdown em decorrência da COVID-19”, contextualizou a nota.

A filial da ANAJURE em Pernambuco intermediou um diálogo com o líder da Bancada Evangélica no estado, deputado Cleiton Collins, e juntos apresentarão uma sugestão ao governador Paulo Câmara “a fim de que o deslocamento de líderes religiosos para transmissão de cultos a partir de seus templos, sem aglomeração de pessoas, seja admitido no novo decreto”. 

ANÚNCIO

“A ANAJURE argumenta que, da forma como está no Decreto 49.017/2020, há violação da liberdade religiosa”, frisou a entidade.

ANÚNCIO

“A ANAJURE também entende que a situação da saúde pública e privada em Pernambuco é de extrema gravidade – e por isso mesmo – concorda com as medidas tomadas pelo Poder Público – para este momento -, mas ressaltamos que as liberdades civis fundamentais não podem ser mitigadas ao arrepio da Constituição Federal e das demais leis vigentes no país”, finalizou a nota.

Fonte: noticias.gospelmais.com.br/anajure-liberdade-religiosa-lockdown-pernambuco-134908.html

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here