Em meio a pandemia, STF julga hoje liberar aborto em casos de microcefalia
Em meio a pandemia, STF julga hoje liberar aborto em casos de microcefalia
Em meio a pandemia, STF julga hoje liberar aborto em casos de microcefalia
Em meio a pandemia, STF julga hoje liberar aborto em casos de microcefalia
Em meio a pandemia, STF julga hoje liberar aborto em casos de microcefalia
Em meio a pandemia, STF julga hoje liberar aborto em casos de microcefalia

Em meio à pandemia do  novo coronavírus, o STF  (Supremo Tribunal Federal) agendou para esta sexta-feira (24), o julgamento (de forma virtual) do aborto em caso de microcefalia (infecção por zika vírus).

A maioria do povo brasileiro já se mostrou contrário ao aborto, mas o tema  voltou a ser pautado, especialmente em um momento que as pessoas não podem ir para as ruas se manifestar.

+ Silas Malafaia mostra a farsa do novo coronavírus no Brasil

Nessa quinta-feira (23),  presidente Jair Bolsonaro afirmou que enquanto for presidente “não haverá aborto” no Brasil.

“Enquanto eu for presidente, não haverá aborto”, respondeu Bolsonaro. O presidente recebeu das crianças miniaturas de fetos e, após ouvir mais uma música religiosa contra o aborto, respondeu: “muito bom começar o dia assim”.

+ Saiba do atual estado de saúde de Aurora, filha recém nascida de Sarah farias

Entretanto, o tema  já está em votação no STF e poderá ser decidido hoje se que foram acometidas pelo vírus zika, que provoca a microcefalia,poderão ou não optar pelo o aborto.

imagem25 04 2020 08 04 35
imagem25 04 2020 08 04 35
Conteúdo Bloqueado

Ajude-nos a crescer! Compartilhe esta matéria com seus amigos no Facebook clicando no botão abaixo para desbloquear o conteúdo automaticamente. Compartilhar é grátis!

Clicando no botões você concorda com os termos de uso e política de privacidade

Compartilhe isso:

Curtir isso:

Curtir Carregando…

Fonte: xn--flashdenotcias-9lb.com.br/destaques/em-meio-a-pandemia-stf-julga-hoje-liberar-aborto-em-casos-de-microcefalia-correio-df

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here