ANÚNCIO

Testemunhar o poder de Deus durante as dificuldades é algo que muitos já fizeram, mas poucos podem dizer que já passaram por dois grandes desafios e, após muita oração, conseguiram sobreviver, como a americana Christina Stanton.

ANÚNCIO

Stanton é uma das sobreviventes do atentado que ficou mundialmente conhecido como 11 de Setembro, ocorrido em 2001, nos Estados Unidos, quando duas torres gêmeas foram destruídas por terroristas da organização terrorista islâmica al-Qaeda.

Na época, cerca de dezenove terroristas sequestraram quatro aviões comerciais de passageiros e os lançaram contra edifícios do governo americano, incluindo o complexo empresarial do World Trade Center, na cidade de Nova Iorque.

“Todo mundo ficou preso na fumaça e estava, tenho certeza, preocupado que eles fossem asfixiados”, lembrou Stanton. “Todo mundo estava correndo gritando, esbarrando um no outro e catapultando coisas. E eu me lembro de olhar para Brian e dizer: ‘Nós vamos morrer?’”.

ANÚNCIO

Outro desafio

Christina Stanton sobreviveu ao 11 de Setembro, mas não imaginava que iria enfrentar outro grande desafio contra a sua vida: o novo coronavírus. “Foi definitivamente uma batalha. E eu sabia muito bem que estava em uma batalha pela vida”, afirmou a mulher.

ANÚNCIO

Stanton disse que não chegou a ficar internada, em estado grave, mas sua saúde ficou bastante debilitada. Em uma consulta com os médicos, ela ouviu dizer que tinha apenas 50% de chances de sobreviver.

Apesar do prognóstico assustador, a mulher cristã se mobilizou em oração, assim como a sua família. Ela estava diante de outro desafio, mas sabia que poderia enfrentá-lo através da oração a Jesus Cristo.

“Quando eu descobri que estava com Covid, nas primeiras horas depois disso, havia enviado pelo menos uma centena de e-mails ou mais pedindo às pessoas que orassem por mim”, disse ela, segundo a CBN News.

ANÚNCIO

Já recuperada, a lição que Stanton tenta ensinar para seus amigos e familiares é que não importa o tamanho do desafio, pois tudo o que é preciso é se colocar diante de Deus em oração e confiança.

ANÚNCIO

“Portanto, a oração é tudo. E invoquei bastante o nome de Jesus Cristo durante o mês passado. E há poder nesse nome e há poder na oração”, concluiu a mulher.

Fonte: noticias.gospelmais.com.br/sobrevivente-11-setembro-covid-19-oracao-133880.html

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here