Após as derrotas de Santos e Internacional, São Paulo e Flamengo foram os responsáveis pelas primeiras vitórias brasileiras na fase de grupos da Libertadores – ambas fora de casa. Nesta terça-feira (20), o Rubro-Negro bateu o Vélez Sarsfield por 3 a 2, de virada, no estádio José Amalfitani, em Buenos Aires (Argentina), pelo Grupo G. O Tricolor atropelou o Sporting Cristal no estádio Nacional de Lima (Peru) por 3 a 0, pelo Grupo E.

Os times somaram os primeiros três pontos nas respectivas chaves. O grupo flamenguista tem sequência nesta quarta-feira (21), às 23h (horário de Brasília), com o duelo entre Unión La Calera (Chile) e LDU de Quito (Equador) no estádio Nicolás Chahuán Nazar, na região da chilena Valparaíso. O La Calera será o próximo adversário dos cariocas pela competição sul-americana, na próxima terça-feira (27), às 19h15, no Maracanã.

A chave tricolor ainda tem Rentistas (Uruguai) e Racing (Argentina), que também jogam na quarta, mas às 21h, na uruguaia Montevidéu. O Rentistas é o rival seguinte dos paulistas na Libertadores, na quinta-feira da próxima semana (29), às 21h, no Morumbi.

Atropelo tricolor em Lima

Em Lima, a primeira chance foi do Sporting Cristal, em chute de longe do atacante Írven Ávila, aos 12 minutos, que o goleiro Tiago Volpi salvou com a ponta dos dedos. Quatro minutos depois, o volante Luan aproveitou a bola afastada, após cruzamento do lateral Reinaldo pela esquerda, e chutou de primeira. A redonda desviou na marcação e matou o goleiro Alejandro Duarte. Aos 23, o lateral Daniel Alves cruzou da direita e Reinaldo tentou de cabeça, mas parou em Duarte. A equipe da casa tentou reagir, mas o São Paulo segurou a vantagem.

O Tricolor continuou melhor na etapa final. Aos nove minutos, Daniel Alves rolou e Luan, da entrada da área, bateu colocado, procurando o ângulo, mandando por cima do gol. Aos 15, Luan roubou a bola na intermediária e o meia Martín Benítez, com liberdade, chutou de fora da área, no canto esquerdo de Duarte, ampliando o placar. Os peruanos quase descontaram aos 19, mas o atacante Washington Corozo, frente a frente com Volpi, parou no goleiro. Aos 35, o atacante Éder aproveitou cruzamento de Reinaldo pela esquerda e fechou o placar.

Nos minutos finais, o São Paulo teve o zagueiro Léo expulso pelo segundo cartão amarelo, mas nada que influenciasse a quinta vitória seguida do clube em 2021. O resultado significou, também, o fim de uma invencibilidade de 21 jogos do Sporting Cristal. Os peruanos não eram derrotados desde outubro do ano passado.

Até o duelo pela segunda rodada da fase de grupos, o São Paulo tem dois jogos pelo Campeonato Paulista. Nesta sexta-feira (23), o compromisso é contra o Santo André, às 20h, no Morumbi. Já no domingo (25), o adversário será o Ituano, no estádio Novelli Júnior, em Itu (SP), ainda sem horário definido.

Virada rubro-negra na Argentina

Apesar do Flamengo iniciar o duelo marcando presença no campo adversário, foi o Vélez quem saiu na frente, logo no primeiro contra-ataque que teve. Aos 20 minutos, Lucas Janson abriu para o também atacante Juan Lucero pela esquerda. Ele escapou do zagueiro Gustavo Henrique e devolveu para Janson, na marca do pênalti, abrir o placar. O empate veio aos 42 minutos. Na sobra de um escanteio, o volante Gerson encontrou William Arão livre na área. O zagueiro finalizou e deixou tudo igual.

O Vélez voltou melhor do intervalo e chegou ao segundo gol aos oito minutos. O volante Pablo Galdámes bateu escanteio na área, Gianetti desviou de cabeça e Janson (na pequena área, livre e em posição legal) concluiu para o gol. A resposta veio aos 14, quando Gabriel foi derrubado na área pelo goleiro Lucas Hoyos. O próprio atacante cobrou o pênalti e empatou. Quatro minutos depois, quase veio a virada em chute cruzado do meia Giorgian de Arrascaeta, perto da pequena área, à direita do gol.

Arrascaeta fez o gol da virada rubro-negra em Buenos Aires.

Arrascaeta fez o gol da virada rubro-negra em Buenos Aires. – Reuters/Juan Mabromata/Direitos Reservados

O Rubro-Negro insistiu. Aos 30, Arrascaeta lançou Gabriel, que parou em grande defesa de Hoyos, que fechou o ângulo do atacante. Aos 34, veio enfim a virada: Arrascaeta acertou um belíssimo chute com a canhota, de fora da área, no ângulo de Hoyos. A missão dos anfitriões, que já estava difícil, ficou quase inviável aos 40, após o volante Federico Mancuello, ex-Flamengo e que tinha entrado em campo um minuto antes, ser expulso por falta dura em Gabriel.

Antes de voltar a pensar na Libertadores, o Flamengo tem compromisso pelo Campeonato Carioca. No sábado (24), o atual bicampeão brasileiro enfrenta o Volta Redonda no Maracanã, às 19h, valendo a ponta da primeira fase e a Taça Guanabara.





Source link

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here