Evento online no Magazine Luiza feito pela Atmo
Evento online no Magazine Luiza feito pela Atmo

Evento online no Magazine Luiza feito pela Atmo (Atmo/Divulgação)

O mercado de lives e eventos online disparou nos últimos meses. O que até então era um nicho de mercado se transformou no maior negócio da Atmo- e única fonte de receitas, por alguns meses. A empresa de eventos já realizava a transmissão de eventos pela internet há 15 anos, metade do tempo desde sua criação, e esse serviço cresceu 400% nos últimos meses. 

Empresas como Hinode, Telhanorte, Tenda Atacado, Softys, Malwee, entre outros, são clientes da Atmo. Os eventos presenciais, que até o ano passado eram responsáveis por 31% do faturamento da Atmo, devem demorar a retornar. Já as transmissões digitais, até então 42% do faturamento, viram as receitas dobrarem. O crescimento dos eventos digitais mais do que compensou a queda em outros negócios. “São tíquetes menores, mas muito escaláveis”, diz Arnold Correa, presidente e fundador da Atmo.

Segundo a empresa Cisco, o mercado de streaming deve aumentar cerca de 15 vezes até 2021. No Brasil, a perspectiva mundial se confirma e, em 2020, houve um aumento de 50% nas audiências de vídeos ao vivo no Instagram e de 4.900% no YouTube.

“Os eventos virtuais abriram novos horizontes”, diz Correa. “O setor de comunicação empresarial sai fortalecido da pandemia.” A companhia, com quase 200 funcionários, conquistou 137 clientes novos, entre eles hospitais como Albert Einstein e Beneficência Portuguesa. O investimento previsto na plataforma de tecnologia também foi multiplicado por quatro, para 4 milhões de reais.

Veja também

O primeiro cliente dessa divisão foi o Magazine Luiza, há 15 anos, e se mantém até hoje. Todas as semanas, a varejista realiza transmissões ao vivo para todas as lojas. Outros clientes começaram a fazer essas programações para as lojas e times em diferentes locais, como fábricas e escritórios regionais. Entre os exemplos, estão a Rihappy, Softys, Vigor e Votorantim Cimentos, entre outras.

Além da transmissão, a Atmo também consegue incluir uma plateia virtual nas transmissões, para que os palestrantes e gerentes não falem apenas para uma tela em branco.

Grandes eventos com forças de vendas também passaram para o ambiente digital. A Atmo realizou dois eventos para revendedores da marca de cosméticos Hinode que uniram 350.000 pessoas, incluindo participantes em outros países. Para realizar esses eventos, a empresa tem quatro estúdios de gravação e unidades de transmissão pela nuvem próprias, para não dependerem da estabilidade da internet dos clientes.

imagem20-11-2020-19-11-00
imagem20-11-2020-19-11-00

Fonte: www.xn--flashdenotcias-9lb.com.br/2020/11/20/como-essa-empresa-de-eventos-cresceu-na-pandemia-exame

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here