imagem26-10-2020-17-10-13
imagem26-10-2020-17-10-13
A clínica da mulher vai ofertar 3.700 atendimentos por mês, sendo 2.800 consultas médicas e 900 consultas com equipe multidisciplinar | Foto: Renato Alves / Agência Brasília

O serviço de assistência integral à saúde da mulher acaba de ganhar um grande reforço no Distrito Federal. Foi inaugurado nesta segunda-feira (23) o primeiro Centro Especializado de Saúde da Mulher (Cesmu). Localizada na 514 Sul, a clínica da mulher vai ofertar 3.700 atendimentos por mês, sendo 2.800 consultas médicas e 900 consultas com equipe multidisciplinar.

Estas quase quatro mil consultas por mês são direcionadas à mulheres com suspeita de câncer ginecológico, que já tenham sido tratadas para outros tipos de neoplasias malignas, bem como mulheres em situação de violência que apresentem comorbidades clínicas como: obesidade, diabetes, lesões cutâneas decorrentes de tratamento de câncer, hiper/hipotireoidismo, entre outras. O encaminhamento será feito pelas Unidades Básicas de Saúde (UBSs) que entenderem como adequado o suporte do Cesmu a essas pacientes.

Para que este atendimento seja de excelência, o Cesmu conta com uma equipe multiprofissional formada pelas especialidades de Ginecologia, Enfermagem, Endocrinologia, Dermatologia, Psicologia, Serviço Social, Nutrição, Mastologia com treinamento em biópsia mamária, Homeopatia e Acupuntura. Ou seja, um espaço completo de atenção às mulheres.

“Faltava um centro de atendimento à mulher que desse essa qualidade no atendimento e os encaminhamentos corretos para que a gente possa ter a cura não só do câncer, mas de outras doenças que afligem as mulheres do DF”, destacou o governador Ibaneis Rocha durante a inauguração do espaço.

Em seu discurso, o chefe do Executivo local fez questão de agradecer o empenho de todos os servidores da Saúde durante a pandemia e lembrou que a atual gestão tem feito um grande esforço para ampliar o atendimento na área de oncologia. Citou a inauguração do Cesmu, a abertura de um moderno Centro de Radioterapia do Hospital Regional de Taguatinga (HRT) e o Hospital Oncológico de Brasília, que terá investimento de R$ 119 milhões, e está em fase de licitação.

A Clínica da Mulher é mais uma ação integrada de governo e envolveu as secretarias de Mulher, Saúde, Economia e Governo e a Companhia de Urbanização da Nova Capital (Novacap), responsável pelo fornecimento da mão de obra.

Para a secretária da Mulher, Ericka Filippelli, o GDF tem feito bastante ao “entregar obras e um espaço importante como esse, relacionado à saúde da mulher, mas que não diz respeito a pandemia, e sim de atendimento integrado”. Ainda de acordo com a secretária, “a mulher neste governo é importante”.

Também presente à cerimônia, o secretário de Saúde, Osnei Okumoto, lembrou que o centro era um sonho da atual gestão. “Sempre vislumbramos fazer este espaço de atendimento à mulher. Um centro especializado que possibilidade um atendimento diferenciado”, comenta.

Defensor da área da saúde, o deputado distrital Jorge Vianna disse que a inauguração da clínica da mulher mostra que o “governo está realmente fazendo algo efetivo para as mulheres e o combate ao câncer. Sou um dos mais críticos na Câmara Legislativa, mas quando é para elogiar eu elogio”.

O Cesmu passou por reforma e adequações como a construção de banheiros anexados a consultórios para consulta em ginecologia; instalação de bancadas e armários e instalação de isolamento acústico, entre outros. Serão 15 consultórios, uma sala para a realização de exames para o apoio diagnóstico, uma sala de vacinas e uma para a triagem dos pacientes. O investimento foi de R$ 50 mil.

 Covid 19

Em razão da pandemia causada pelo novo coronavírus (Covid-19), o Cesmu ainda abriga alguns ambulatórios especializados que foram deslocados do Hospital Regional da Asa Norte (Hran), hospital de referência para a doença. Portanto, a nova unidade de saúde será inaugurada e entrará em funcionamento ainda com parte da capacidade instalada.

 * Com informações da Secretaria de Saúde

Galeria de Fotos

DF ganha clínica da mulher com capacidade para 3.700 atendimentos por mês
DF ganha clínica da mulher com capacidade para 3.700 atendimentos por mês

Fonte: agenciabrasilia.df.gov.br/2020/10/26/df-ganha-clinica-da-mulher-com-capacidade-para-3-700-atendimentos-por-mes

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here