ANÚNCIO

O evangelismo está no DNA do cristianismo, visto que a prática consiste em anunciar as Boas Novas de Jesus Cristo, algo ordenado pelo próprio Filho de Deus em algumas passagens da Bíblia, como a de Mateus 28: 19-20, onde está escrito:

ANÚNCIO

“Portanto ide, fazei discípulos de todas as nações, batizando-os em nome do Pai, e do Filho, e do Espírito Santo; Ensinando-os a guardar todas as coisas que eu vos tenho mandado; e eis que eu estou convosco todos os dias, até a consumação dos séculos. Amém”.

Entretanto, na geração atual, o evangelismo parece não estar recebendo a devida atenção em muitas igrejas por múltiplos fatores. Ciente disso, o pastor e escritor Ed Stetzer publicou um artigo para alertar os cristãos sobre a importância de fazer missões.

“Fiquei fascinado com o fato de que muitos cristãos não parecem gostar de não-cristãos – também conhecidos como ‘os perdidos’, ‘os sem igreja’ ou qualquer outro termo que você queira usar. Eles querem ficar longe das pessoas bagunceiras – talvez perdendo o óbvio, que nós também somos bagunceiros”, diz Stetzer.

ANÚNCIO

Evangelismo é amor

Para o pastor, evangelizar consiste em se importa com os perdidos, algo que exige proximidade com quem pensa diferente e vive de forma diversa da adotada pelos cristãos. Não implica em concordância e adoção do mesmo estilo de vida, mas sim no desejo de querer alcançar o outro através do testemunho.

ANÚNCIO

“É interessante que depois de vir a Cristo e crescer em conhecimento, muitas vezes acabamos nos distanciando de alguns de nossos antigos amigos”, diz o pastor. “Nossas necessidades são atendidas e seguimos em frente, alheios a um mundo que está desmoronando ao nosso redor.”

Diante disso, Stetzer lembra que o próprio Jesus Cristo foi duramente criticado por passar mais tempo com os pecadores, mas sempre buscando alcançá-los através do seu exemplo. O Senhor não adotou o estilo de vida ou pensamento dos ímpios, mas fez questão de estar com eles para que pudessem ver o seu testemunho de vida.

“Uma das críticas comuns que Jesus enfrentou foi que Ele passava muito tempo com pecadores. Ele se associava com os indesejáveis ​​e não apreciados da sociedade. Quantos de nós podemos ser acusados ​​de gastar muito tempo com a ‘ralé’?”, questiona o pastor.

ANÚNCIO

Assim, o líder religioso cobra dos cristãos o compromisso com o testemunho diante dos não salvos, a fim de que eles tenham a oportunidade de se achegar a Cristo por meio da Igreja, segundo o Urban Christian News.

ANÚNCIO

“Essas disciplinas e escolhas de estilo de vida precisam ser compartilhadas com aqueles que estão perdidos. A vida cristã não é encontrar segurança e conforto; é sobre se encontrar em um lugar perigoso de compaixão vulnerável.”, conclui.

Fonte: noticias.gospelmais.com.br/pastor-cobra-evangelismo-vida-crista-nao-e-conforto-140863.html

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here