ANÚNCIO

“Ora, a fé é o firme fundamento das coisas que se esperam, e a prova das coisas que se não vêem”, diz Hebreus 11:1. A Palavra de Deus é viva e eficaz e foi manifesta na vida do casal Rachel e Anthony, que viram o seu bebê curado milagrosamente no útero materno.

ANÚNCIO

No mês passado o casal recebeu um diagnóstico devastador quando foi fazer uma consulta de rotina na 12° semana de gravidez. Rachel já era mãe de três filhos, quando engravidou de trigêmeos.

Foi diagnosticado que um dos bebês tinha uma doença congênita chamada “onfalocele”, onde alguns órgãos internos ficam fora do corpo.

“Eles me explicaram que uma onfalocele geralmente está relacionada a anormalidades cromossômicas, como a síndrome de Down ou outros distúrbios da trissomia”, contou Rachel em um post no Instagram no domingo (21).

ANÚNCIO

A preocupação da mãe logo passou a ser com a vida do seu bebê. “Eles continuaram explicando que muitos bebês com onfalocele têm defeitos cardíacos e que isso aumenta muito as chances de natimortos”, disse ela.

ANÚNCIO

Eles voltaram para casa muito tristes com o diagnóstico e imediatamente compartilharam com alguns familiares, pedindo oração. Rachel disse que todos sentiram que Deus iria fazer algo.

“Todos imediatamente sentiram que Deus iria resolver tudo”, disse ela. Mesmo assim, toda essa situação a deixou bastante inquieta e com medo, mas depois que começou a orar por esse propósito, sentiu paz e colocou sua fé em ação.

O casal optou por não compartilhar a notícia com muitas pessoas, pois sabia que podiam escutar palavras negativas, e era o que eles não queriam.

ANÚNCIO

Rachel voltou à consulta no 14° semana, mas o diagnóstico continuava o mesmo. Mas ela permaneceu firme, orando e crendo que Deus faria um milagre.

ANÚNCIO

“No caminho para casa, depois do meu ultrassom de 14 semanas, orei: ‘Deus, tenho outra consulta em duas semanas. Essa é outra oportunidade para o Senhor curá-lo! Estou confiando em Ti, não importa o que aconteça’”, relata

Na 16° semana, Rachel voltou à fazer uma ultrassom, e para a surpresa de todos, a funcionária que realizava o procedimento, viu que a criança não tinha nenhuma anomalia.

Ela pediu pra ver os exames anteriores que confirmavam o diagnóstico, chamou o médico e todos ficaram surpresos, pois a criança já não tinha onfalocele, segundo o Guiame.

ANÚNCIO

“Eu sabia que o meu Deus faria!”, celebra Rachel. “Eu sabia que Deus sentiria minha fé. Eu sabia que descansava Nele e sabia que Ele responderia as minhas orações e as orações de todos os outros que acompanharam o diagnóstico desse bebê”.

ANÚNCIO

Fonte: noticias.gospelmais.com.br/no-utero-bebe-curado-milagrosamente-apos-oracao-136705.html

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here