ANÚNCIO

O movimento Black Lives Matter vem incitando protestos violentos em meio à comoção generalizada decorrente do assassinato de George Floyd, e um dos principais líderes da militância está incentivando a derrubada de estátuas e bustos que representem Jesus Cristo como um homem branco.

ANÚNCIO

Shaun King, um formador de opinião que conduz um podcast e conta com mais de um milhão de seguidores nas redes sociais, usou o Twitter na última segunda-feira, 22 de junho, para pedir que os manifestantes vandalizem e destruam estátuas de Jesus que, em sua visão, representem a “supremacia branca”.

“Sim, acho que as estátuas do europeu branco que eles alegam ser Jesus também devem cair”, escreveu King , ex-substituto da campanha presidencial do senador Bernie Sanders em Vermont. “Elas são uma forma de supremacia branca. Sempre foram”, acrescentou.

De acordo com informações do portal WND, o alvo traçado por Shaun King em obras de arte religiosa se dá no momento em que vários grupos ativistas foram além da demolição de estátuas de representantes do movimento escravocrata, e passaram a mirar a derrubada de outros monumentos históricos, incluindo uma estátua do presidente Abraham Lincoln, principal defensor do fim da escravidão nos Estados Unidos.

ANÚNCIO

“Na Bíblia, quando a família de Jesus queria se esconder e se misturar, adivinha para onde eles foram?. EGITO! Não na Dinamarca. Derrube-as”, reiterou Shaun King, sem demonstrar nenhuma dose de preocupação que sua fala possa ser interpretada como discurso de ódio contra pessoas brancas.

ANÚNCIO

“Todos os murais e vitrais de Jesus branco, sua mãe européia e seus amigos brancos também devem ser retirados”, insistiu o ativista. “Eles são uma forma grosseira de supremacia branca”, teorizou.

Yes.

All murals and stained glass windows of white Jesus, and his European mother, and their white friends should also come down.

They are a gross form white supremacy.

Created as tools of oppression. Racist propaganda.

They should all come down.

— Shaun King (@shaunking) June 22, 2020

Anticristão

ANÚNCIO

O pastor e teólogo Voddie Baucham Jr participou de um programa de rádio para comentar os episódios decorrentes do assassinato de Floyd e descreveu o movimento Black Lives Matter como anticristão, alertando os seguidores de Jesus a tomarem cuidado com a propaganda ideológica que se pretende complementar em relação à Bíblia Sagrada.

ANÚNCIO

Baucham destacou que já é realidade a percepção de alguns cristãos que a Igreja deveria abraçar essas pautas, em busca da chamada justiça social, mas o resultado é que essas pessoas terminam se distanciando do que a Bíblia ensina e prega.

“Temos que entender que nosso conhecimento vem de Deus, que Deus é a fonte de todo conhecimento. […] Entendemos que as Escrituras são suficientes. E nós vamos à Bíblia, para entender a verdade. E olhamos para o mundo do jeito que ele é… Então, como cristãos, esses são os caminhos que buscamos pela verdade. Não através de indivíduos especiais, que têm conhecimentos especiais”.

“O que me preocupa é que existem problemas reais. O racismo é real. Existe um verdadeiro mal. Existe um verdadeiro ódio. Existe uma verdadeira injustiça. E a resposta para essas coisas é um Deus que salva, através de Jesus Cristo. Essa é a nossa mensagem como cristãos, certo? Ou pelo menos deveria ser”, acrescentou. “A resposta não é outra senão o perdão que encontramos, através de Deus, em Cristo”.

ANÚNCIO

Fonte: noticias.gospelmais.com.br/black-lives-matter-ativista-derrubada-estatuas-jesus-136649.html

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here