ANÚNCIO

A intolerância religiosa tem sido um assunto discutido frequentemente, principalmente entre os cristãos, que são os que mais sofrem. Entre os 50 países classificados como locais de maior perseguição, por exemplo, o Paquistão é um deles.

ANÚNCIO

Recentemente, no dia 7 de junho, uma família cristã mudou para um bairro muçulmano, mas o que talvez eles não imaginaram é que enfrentariam preconceito e perseguição ao ponto de colocar em risco a própria vida.

A família foi avisada por um dos residentes do bairro que ela não era bem vinda, por serem cristãos, e que o cristianismo é considerado inimigo do islã.

Nadeem Joseph e sua familia permaneceram, mas durante vários dias sofreram assédio constantes, até chegar ao ponto de Khan (o morador que havia dito pra eles irem embora), dar o prazo de 24h pra a família de cristãos sair do local.

ANÚNCIO

Joseph relata que quando percebeu Khan e seus filhos irem armados, em direção à sua casa, tentou ligar para a polícia, mas levou um tiro no estômago e a sua sogra também foi baleada. Por  intervenção divina os ferimentos não foram fatais.

ANÚNCIO

Cristãos são alvos

Eles foram levados para o hospital e durante o período de internação, Joseph gravou uma mensagem em vídeo. Ele disse que ficou sabendo que a certa altura o bairro era “destinado apenas a residentes muçulmanos” e que “cristãos e judeus são os oponentes dos muçulmanos”.

O principal infrator ainda está solto”, afirmou Shahzad em um artigo divulgado na segunda-feira para à Ásia News, segundo a Herald Malasia.

“As agências policiais devem fazer todo o possível para capturá-lo e levá-lo à justiça”, afirmou Khalid Shazad, que é ativista cristão e está em contato com a família baleada.

ANÚNCIO

Segundo informações da Missão Portas Abertas, o Paquistão é o quinto pior país de perseguição e define os cristãos como os “cidadãos de segunda classe”.

ANÚNCIO

Infelizmente essa batalha de perseguição e intolerância religiosa aos cristãos e à igreja cristã está longe de terminar, pois o próprio Cristo alertou que por amor ao seu nome muitos sofreriam perseguições, mas que todos mantivessem a fé e perseverança, pois a recompensa é a vida eterna.

Fonte: noticias.gospelmais.com.br/familia-cristaos-perseguida-morar-bairro-muculmano-136528.html

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here