ANÚNCIO

Os cristãos em diversas partes do mundo, principalmente os que estão entre os 50 países que compõe a Classificação de Perseguição religiosa publicada pela organização Portas Abertas, são os que mais sofrem intolerância por causa da sua fé, e um exemplo disso está no Vietnã, onde famílias foram privadas de ajuda governamental durante a pandemia do novo corona vírus.

ANÚNCIO

Várias famílias de cristãos deixaram de receber assistência do governo, no total 107 pessoas, incluindo crianças e idosos, simplesmente por serem seguidoras de Jesus Cristo. Eles tiveram seus benefícios negados e também ouviram insultos dos oficiais locais.

“Vocês são cristãos e seu Deus cuidará de vocês e suas famílias!”, disseram as autoridades a um total de 18 famílias cristãs. “O governo não é responsável por suas famílias!”.

Quando eles souberam que à ajuda estava chegando na localidade, se alegraram, mas descobriram que seus nomes não estavam na lista do benefício, segundo informações de um informante da organização Portas Abertas.

ANÚNCIO

“Eles se esforçam para colocar comida em suas mesas e consomem arroz pouco a pouco todos os dias”, disse ele. “Quando souberam que o apoio do governo estava chegando ao distrito, ficaram muito felizes, mas depois descobriram que não estavam na lista porque são cristãos”.

ANÚNCIO

Esse é só mais um, entre tantos testemunhos, a respeito da perseguição religiosa que os cristãos vivem em países como o Vietnã, regido pela mesma ideologia comunista que aflige os seguidores de Cristo na Coreia do Norte, na China e em Cuba.

Mas a missão da igreja não pode parar, pois a esperança de todos os cristãos está baseada na fé que não se limita a esse mundo, mas na vida eterna. É o que ensina um missionário que não teve o nome revelado por motivos de segurança.

“Nós estamos nesse mundo, mas não fazemos parte dele. Nós somos cidadãos do céu”, disse ele, que atua no Curdistão, no Iraque. Com informações da CPAD News.

ANÚNCIO

Fonte: noticias.gospelmais.com.br/cristaos-privados-ajuda-pandemia-vietna-136043.html

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here