ANÚNCIO

A comoção em torno do assassinato de George Floyd levou um grupo de cristãos a orarem de joelhos pedindo perdão pela presença do racismo na sociedade norte-americana. O encontro ocorreu no bairro onde o homem que foi morto friamente cresceu na cidade de Houston, Texas.

ANÚNCIO

Em contraponto aos protestos violentos que tomaram conta dos Estados Unidos, uma mobilização de cristãos em vigília no conjunto habitacional Third Ward, um reduto de negros em Houston, virou notícia em portais cristãos.

Os fiéis se juntaram e, ajoelhados, oraram diante de um grupo de cristãos moradores da comunidade: “Deus Pai, pedimos perdão a nossos irmãos e irmãs negros por anos e anos de racismo”, orou um deles.

Conforme noticiado pelo portal britânico Daily Mail, a ação foi chamada de “praytest”, uma junção das palavras “pray” (oração) e “protest” (protesto), como forma de enfatizar que a mobilização não tinha como foco a violência registrada nas demais localidades do país.

ANÚNCIO

“Oro pelos meus irmãos e irmãs brancos, pretos e marrons que tiveram a coragem de expor o racismo flagrante em meu próprio coração”, disse um dos fiéis. “Oramos para que homens e mulheres negros se libertem do medo e da falta de esperança”, acrescentou outro cristão.

ANÚNCIO

Um vídeo que circula nas redes sociais mostra que os moradores se emocionaram e também se ajoelharam para orar. “Precisamos mostrar um símbolo que realmente pedimos desculpas pelo que foi feito aos nossos irmãos e irmãs negros”, disse à Fox 26 o coorganizador Bobby Herring.

“Acho que há um sentimento de que a missão [de George Floyd] foi mal compreendida. Aqui estamos hoje quando a polícia se ajoelha no pescoço de um negro — o que preferimos? [A violência] ou nos ajoelhar em paz e solidariedade”, afirmou o pastor Johnny Gentry, líder da Free Indeed Church.

ANÚNCIO

Fonte: noticias.gospelmais.com.br/cristaos-bairro-george-floyd-oram-perdao-racismo-135957.html

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here