Na Venezuela, Maduro defende uso da cloroquina contra covid 19
Na Venezuela, Maduro defende uso da cloroquina contra covid 19
Na Venezuela, Maduro defende uso da cloroquina contra covid 19

Assim como Jair Bolsonaro, o ditador da Venezuela, Nicolás Maduro, também é defensor do uso da cloroquina no tratamento da covid-19, mesmo sem respaldo científico. Segundo Maduro, trata-se de um medicamento eficaz.

Na noite de quinta-feira (14), em mensagem publicada no Twitter, Maduro escreveu: “Parabenizo a comunidade científica de saúde do nosso país, que trabalha com boa fé e amor para proteger a saúde das pessoas. Com eles, avançamos na produção de difosfato de cloroquina, um medicamento eficaz para o tratamento contra o Covid-19. Sim, nós podemos Venezuela!”

Felicito al personal científico de la salud de nuestro país, quienes trabajan con buena fe y amor para proteger la salud del pueblo. Con ellos avanzamos en la producción de Cloroquina Difosfato, fármaco efectivo para el tratamiento contra el Covid-19. ¡Sí Se Puede Venezuela! pic.twitter.com/Tsd9ZHbgau

— Nicolás Maduro (@NicolasMaduro) May 15, 2020

Leia mais

Bloomberg: instituições devem mostrar que Bolsonaro não está acima da…

15 maio, 2020

Weintraub irrita Centrão por atrasar indicações, mas grupo acha…

15 maio, 2020

> Sem ataques a Bolsonaro, Teich deixa o governo por não expandir uso da cloroquina

Com uma população de 28 milhões de habitantes, a Venezuela tem uma das menores taxas de contágio da América Latina. Oficialmente, foram registradas 10 mortes e 455 casos confirmados da doença.

Algumas das medidas adotadas por Maduro durante a pandemia incluem o congelamento de preços e a suspensão da cobrança de alugueis por seis meses.

O presidente brasileiro também é ferrenho defensor do uso do medicamento para combater a covid-19. A insistência levou, nesta sexta, à demissão de Nelson Teich do Ministério da Saúde. Assim como Luiz Henrique Mandetta, Teich resistiu a concordar com o presidente com relação à eficácia da droga.

A comunidade científica internacional ainda não chegou a um consenso sobre o medicamento no tratamento do coronavírus. No Brasil, o Conselho Federal de Medicina (CFM) entendeu que não há evidências científicas sólidas de que a cloroquina e a hidroxicloroquina tenham efeito confirmado na prevenção e tratamento da covid-19. O posicionamento da entidade foi levado ao presidente Bolsonaro no dia 23 de abril.

> General Pazuello e Nise Yamaguchi são cotados para substituir Teich na Saúde

imagem15 05 2020 23 05 16
imagem15 05 2020 23 05 16

Continuar lendoConteúdo Bloqueado

Ajude-nos a crescer! Compartilhe esta matéria com seus amigos no Facebook clicando no botão abaixo para desbloquear o conteúdo automaticamente. Compartilhar é grátis!

Clicando no botões você concorda com os termos de uso e política de privacidade

Compartilhe isso:

Curtir isso:

Curtir Carregando…

Fonte: xn--flashdenotcias-9lb.com.br/noticias/politica/na-venezuela-maduro-defende-uso-da-cloroquina-contra-covid-19-congresso-em-foco

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here