Pelo menos 15 toneladas de alimentos foram doadas, neste sábado (16), por representantes da maçonaria, para que o Governo do Distrito Federal (GDF) distribua às famílias mais necessitadas do DF. Ao todo, o programa Todos Contra a Covid recebeu, de duas instituições maçônicas, mil cestas básicas.

A doação faz parte de ações que vêm sendo desenvolvidas pelos grão-mestres distritais Reginaldo de Albuquerque e Armando Assumpção, após assinarem um protocolo de intenções com o programa, coordenado pelo vice-governador Paco Britto.

imagem16-05-2020-23-05-14
imagem16-05-2020-23-05-14
Foto: Vinícius de Melo/Agência Brasília

Com 130 lojas maçônicas distribuídas em todo o Distrito Federal, a Grande Oriente do Distrito Federal, sob o comando de Albuquerque, conseguiu um número significativo de cestas básicas. “A maçonaria tem essa missão, de solidariedade e fraternidade”, ressaltou o grão-mestre. 

Além da doação dos alimentos feita ao GDF, a instituição recolheu, ainda, entre os membros, um montante de R$ 50 mil em dinheiro que foi transformado em salários mínimos a centenas de maçons que ficaram desempregados devido à pandemia do coronavírus no DF. 

As ações solidárias são constantes na maçonaria e, com a assinatura do protocolo de intenção com o governo, parte delas tem se direcionado a ajudar o governo durante este período de crise na saúde e economia causado pela Covid-19.

 “Isso só fortalece a nossa obra”, frisou o grão-mestre Armando Assumpção, que comanda a Grande Loja Maçônica do DF. Outras centenas de cestas básicas também foram distribuídas neste sábado para a população carente de cidades como Ceilândia, Brazlândia, Planaltina e Itapoã. 

O vice-governador agradeceu, em nome do Governo Ibaneis, o apoio recebido dos maçons. “Vocês estão mostrando a responsabilidade social que essa instituição representa desde que surgiu no Brasil, em 1822. Muito obrigado por essa atitude em prol da população do Distrito Federal”, disse Paco. 

À noite, marmitasAssim que a entrega dos alimentos foi feita ao vice-governador, o grupo de maçons já se preparava para dar início à próxima ação do dia: a confecção de 525 quentinhas que foram distribuídas à população vulnerável em diversas cidades do DF.

No cardápio deste sábado, arroz, feijão, frango ao molho, salada de cenoura e repolho, além de beterraba em fatias e farofa. Tudo doado pelos próprios maçons. “Sabemos que num momento como este, não basta só o governo fazer, a sociedade toda tem que ajudar”, completou o grã-mestre. 

Protocolo de intenções

Em 24 de abril, representantes da maçonaria estiveram com o vice-governador Paco Britto  e assinaram protocolo de intenções para atuar, juntamente com o programa do GDF, no fomento de ações solidárias durante a pandemia. O intuito é arrecadar recursos que se transformem em alimentos e produtos de higiene para serem doados à população mais necessitada do DF. O grão-mestre Reginaldo de Albuquerque ressaltou que é a primeira grande parceria feita entre a maçonaria e o governo no âmbito do Distrito Federal. 

“É muito importante essa chancela que nos ajuda a ser solidários neste momento com todas as famílias brasilienses que tanto precisam de nós. Essa organização milenar [maçonaria] enobrece qualquer atividade”, disse o vice-governador, que agradeceu ao apoio em nome do Governo do Distrito Federal.

Doe para o comitê Todos Contra a Covid

Banco de Brasília (BRB) – 070

Agência: 0027

Conta Poupança: 0027.049528-2

CNPJ: 02.174.279/0001-55

Instituto BRB de Desenvolvimento Humano e Responsabilidade Socioambiental

 

Fonte: agenciabrasilia.df.gov.br/2020/05/16/macons-doam-15-toneladas-de-alimentos-para-o-gdf

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here