Celebrado anualmente como Dia do Assistente Social, o 15 de maio deste ano teve uma abordagem diferenciada. Mais que cards de internet, mensagens de felicitações e eventos presenciais, a data serviu para debater o contexto atual da profissão. Em uma live realizada nesta sexta-feira (15), com a duração de aproximadamente duas horas, no canal oficial da Secretaria de Desenvolvimento Social (Sedes) no Youtube, vários convidados apresentaram sua visão acerca da atuação e do cotidiano dos trabalhadores, principalmente neste momento de pandemia do novo coronavírus.

Foto: Divulgação SEDES
Foto: Divulgação SEDES
Gestores e profissionais da área debateram as condições de trabalho, concurso público e atendimento à população. Foto: Divulgação SEDES

Com pico de mais de 170 pessoas, simultaneamente, e cerca de 800 reproduções, a transmissão, feita diretamente do gabinete da pasta, foi aberta pela apresentação em voz e violão da assistente social Lorena Braga e do educador social Fábio Washington; que tocaram Maria, Maria, de Milton Nascimento. Logo após, a secretária Mayara Noronha Rocha deu as boas-vindas aos participantes e aos expectadores. Ela enfatizou que, nos 31 dias à frente da pasta, conseguiu perceber alguns gargalos, os quais há equipes atuando para sanar cada um deles. “O objetivo é fortalecer cada vez mais o Sistema Único de Assistência Social (Suas) no DF. Precisamos ser exemplo para o país”, enfatizou.

Uma das convidadas foi a secretária nacional de Assistência Social do Ministério da Cidadania, Mariana Neris. A representante do governo federal destacou as proposições em nível nacional acerca de pontos como acolhimento e atenção integral à família. “Estamos num momento difícil. Talvez o mais complicado da história. E, mais que os parabéns, gostaria de fazer um pedido à categoria: siga empenhada”.

A integrante do Conselho Regional de Serviço Social (CRESS/DF), Joelma Santos, deu sua contribuição. De acordo com ela, a live foi mais que uma homenagem, mostrou que a “secretaria tem um olhar apurado sobre a categoria e sua contribuição para a sociedade”.

Representando os trabalhadores, a assistente social do Centro de Referência Social (Cras) Guará, Lorena Braga fez uma das falas mais emocionadas. Ela descreveu o cotidiano da atuação profissional. A fala da especialista gerou seguidos comentários de colegas de profissão que se identificavam com aquela realidade. “Esse momento foi importante para mostrar aos colegas que nós, os profissionais, temos voz e que o canal de diálogo está aberto com a nova gestão, e que seja permanente”, destacou.

Já com um olhar mais técnico, a vice-presidente do Conselho de Assistência Social (CAS-DF), Kariny Veiga, abordou uma das questões mais debatidas nos comentários da live: o concurso público. De acordo com Kariny, que também é subsecretária de Assistência Social da Sedes, o certame caminha para sua conclusão. “Para aquelas especialidades que carecem de curso de formação, estamos produzindo as vídeo-aulas. Em breve, o material será liberado para os aprovados e daremos um grande passo para a tão esperada chegada desses profissionais”, comemorou.

Ivânia Ghesti, subsecretaria de Gestão da Informação, Formação, Parcerias e Redes da Sedes, finalizou a transmissão agradecendo a participação do público e explicando que todos os comentários serão analisados. Responsável pela equipe que produziu a live, a gestora adiantou que outras interações do tipo ocorrerão durante os meses. “Nós também vamos revisar os comentários, montar um compilado e apresentar ao gabinete as indagações mais recorrentes feitas durante as falas”, concluiu.

Atualmente, o Distrito Federal conta com 263 assistentes sociais a rede de proteção social do Sistema Único de Assistência Social (Suas), incluindo as unidades públicas e privadas.

* Com informações da Sedes

Fonte: agenciabrasilia.df.gov.br/2020/05/15/sedes-faz-live-no-dia-do-assistente-social-e-debate-sobre-os-desafios-da-profissao

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here