Quarentena: igrejas dizem que vão reabrir mesmo sem autorização
Quarentena: igrejas dizem que vão reabrir mesmo sem autorização
Quarentena: igrejas dizem que vão reabrir mesmo sem autorização
Quarentena: igrejas dizem que vão reabrir mesmo sem autorização
Quarentena: igrejas dizem que vão reabrir mesmo sem autorização
Quarentena: igrejas dizem que vão reabrir mesmo sem autorização

ANÚNCIO

A quarentena do novo coronavírus em imposto um grande desafio para às igrejas cristãs, que é a realização dos cultos a Deus por meio da internet, sem qualquer contato entre os membros da congregação.

ANÚNCIO

Por mais que o mundo atual naturalmente ofereça inúmeros recursos tecnológicos e muitas igrejas já façam uso dessas ferramentas para a transmissão de cultos online, a falta de proximidade entre os fiéis surgiu como um elemento difícil de encarar.

Parte disso, certamente, se deve ao fato de que a convivência entre os irmãos é algo de extremo valor para os seguidores de Cristo, acostumados a realizar encontros semanais e atividades em grupo.

Diante deste cenário, cerca de 500 igrejas localizadas na Califórnia, Estados Unidos, estão planejando reabrir suas portas no próximo dia 31 de maio, mesmo sem à autorização das autoridades sanitárias.

ANÚNCIO

“As igrejas não estão pedindo permissão”, disse Bob Tyler, um advogado de liberdade religiosa que aconselha os pastores envolvidos na iniciativa. Eles se uniram para defender a reabertura das igrejas através da própria iniciativa.

ANÚNCIO

“O governador está sentado aqui como um ditador, superando a Constituição e está meio que se apegando a esse estado de emergência pelo tempo que puder”, destacou o advogado.

Igrejas no Brasil

O fechamento das igrejas no Brasil também tem provocado polêmicas. Em Pernambuco, por exemplo, onde esta semana foi estabelecido o chamado “Lockdown”, ou restrição mais radical de circulação das pessoas, à Associação Nacional de Juristas Evangélicos precisou emitir uma nota alertando sobre possíveis abusos contra a liberdade religiosa.

“A ANAJURE argumenta que, da forma como está no Decreto 49.017/2020, há violação da liberdade religiosa”, diz a nota da entidade, explicando que apesar de compreender a necessidade de medidas mais radicais de contenção do novo coronavírus, direitos fundamentais da população não podem ser negligenciados.

ANÚNCIO

“A ANAJURE também entende que a situação da saúde pública e privada em Pernambuco é de extrema gravidade – e por isso mesmo – concorda com as medidas tomadas pelo Poder Público – para este momento -, mas ressaltamos que as liberdades civis fundamentais não podem ser mitigadas ao arrepio da Constituição Federal e das demais leis vigentes no país”, diz a nota.

ANÚNCIO

 

imagem13 05 2020 17 05 23
imagem13 05 2020 17 05 23
Conteúdo Bloqueado

Ajude-nos a crescer! Compartilhe esta matéria com seus amigos no Facebook clicando no botão abaixo para desbloquear o conteúdo automaticamente. Compartilhar é grátis!

Clicando no botões você concorda com os termos de uso e política de privacidade

Compartilhe isso:

Curtir isso:

Curtir Carregando…

Fonte: xn--flashdenotcias-9lb.com.br/destaques/quarentena-igrejas-dizem-que-vao-reabrir-mesmo-sem-autorizacao-correio-df

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here