ANÚNCIO

Os desafios de uma situação inédita na história da civilização moderna vem colocando lideranças evangélicas em posição de influenciar decisões que, diferentemente do rotineiro, envolve risco direto à vida. Nesse contexto, o pastor Antônio Junior, youtuber, se manifestou lamentando que alguns colegas de ministério se portem irresponsavelmente.

ANÚNCIO

Sem citar nomes, o pastor pontuou que, como em todos os casos de extremismo, há um grande perigo no discurso de pastores que minimizam os problemas da pandemia do novo coronavírus.

“Lamento que alguns supostamente em nome de Deus e da fé n’Ele se façam valer de irresponsabilidade e extremismo, colocando tantas vidas em risco. Obviamente, creio que Deus é maior do que qualquer doença e que tem todo o poder para fazer milagres e maravilhas. No entanto, encontramos na bíblia diversas indicações claras de que não somos super heróis somente porque temos uma fé”, introduziu.

O pastor, que tem livros publicados e soma milhões de seguidores nas redes sociais, explicou seu raciocínio: “O próprio Senhor Jesus quando foi tentado no deserto por satanás nos ensinou que não devemos tentar a Deus. Ser cristão não te torna imune ao novo coronavírus ou a qualquer doença, mas te dá as ferramentas necessárias para vencer as dificuldades aqui na terra e conquistar a vida Eterna”.

ANÚNCIO

Compreender o papel enquanto cidadão é parte da lição que a atual situação ensina, pontuou Antônio Junior: “O que vemos na Bíblia é a Igreja Primitiva seguindo o que disse Jesus, que temos de dar ‘a César o que é de César’ e ‘obedecer as autoridades terrenas’, e isto vai desde sermos verdadeiros na hora de pagarmos os nossos tributos até obedecer os decretos que proíbem cultos públicos e aglomerações por medidas de segurança”.

ANÚNCIO

“O cristão tem de ser exemplo, pois ele é chamado para ser luz e sal da terra e não para ser aquele que põe a vida dos outros em risco. Ainda que alguém se julgue ser forte e imune ao vírus, todos podem involuntariamente ser agentes de transmissão para pessoas mais fragilizadas como idosos e doentes. Logo, amar ao próximo como Jesus nos ensinou também é praticar neste momento o distanciamento social e seguir as medidas de segurança e higiene”, acrescentou Antônio Junior, de acordo com informações do portal Surgiu.

Para além do papel cidadão, o cristão deve exercer sua fé enquanto atravessa mais essa adversidade, exortou o líder evangélico: “Jesus não prometeu que seríamos super heróis, mas garantiu que n’Ele venceríamos tudo. Ele disse ‘no mundo tereis aflições, mas tende bom ânimo porque eu venci o mundo’. Ou seja, a promessa não é que seríamos imbatíveis e isentos de passar por provas e momentos como estes, mas que através da fé poderíamos, sim, vencer não somente a doença mas toda e qualquer dificuldade, sem extremismos, sem tentar provar para os outros que temos poder, sem arrogância”.

Ao final, o pastor Antônio Junior recomendou uma reflexão sobre a intercessão a Deus: “Jesus era manso e humilde e assim nós também devemos ser, orando uns pelos outros, crendo na cura e pedindo a Deus uma resposta não apenas para nós, mas para todo o mundo neste momento difícil”.

ANÚNCIO

Fonte: noticias.gospelmais.com.br/antonio-junior-critica-lideres-minimizam-pandemia-134659.html

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here