A Secretaria de Saúde vai contratar, de forma emergencial, uma empresa de engenharia civil para construir um hospital de campanha no Complexo Penitenciário da Papuda. O espaço será voltado à população carcerária acometida pela Covid-19 e terá capacidade para 40 leitos, sendo 10 de suporte avançado e 30 de enfermaria.

O processo de dispensa de licitação foi divulgado na edição extra do Diário Oficial do Distrito Federal de quarta-feira (15). As empresas interessadas devem enviar suas propostas até às 15h desta sexta-feira (17), pelo e-mail dispensadelicitacao.sesdf@gmail.com. Elas também devem solicitar o ofício de convocação e o projeto básico da unidade pelo mesmo e-mail.

“O cronograma da obra e os valores teremos nas próximas 48 horas, quando as empresas enviarem suas propostas. Saindo a assinatura do contrato, a construção é imediata. Será uma unidade com cerca de 900 metros quadrados de área construída”, informou o subsecretário de Infraestrutura da Secretaria de Saúde, Isaque Albuquerque.

Segurança

 De acordo com o gestor, a edificação na Papuda será atípica dos demais hospitais de campanha levantados durante a pandemia do coronavírus, pois precisa garantir aspectos de segurança à construção. Entre eles, dispositivos anti fuga e espaços para separar presidiários de facções rivais e ex-policiais.

“Estamos agregando em uma unidade de saúde os pré-requisitos de uma unidade prisional, o que foge por completo das características dos hospitais de campanha feitos no Brasil”, afirmou o subsecretário. “Assim que a empresa for escolhida, também será validado um plano com a equipe do complexo prisional para garantir a proteção e o fluxo dos trabalhadores”, ressaltou.

Fluxo

 Quando o espaço estiver concluído, a equipe da unidade básica de saúde (UBS) que atua na Papuda será responsável por fazer os pré-testes para Covid-19. Os pacientes que derem resultado positivo serão triados para o atendimento no hospital de campanha.

“Haverá uma integração entre a equipe existente e uma nova equipe, que será contratada pela Secretaria de Saúde nos mesmos moldes do hospital de campanha no Mané Garrincha. Então, não vamos descobrir nenhuma outra unidade”, garantiu Isaque Albuquerque.

Casos

 Conforme os dados da Subsecretaria do Sistema Penitenciário (Sesipe), vinculada à Secretaria de Segurança Pública do Distrito Federal (SSP-DF), até quarta-feira (15), um total de 25 agentes penais e 38 reeducandos testaram positivo para a Covid-19. Não há registros de casos graves entre eles.

Um dos agentes já se recuperou da doença. A pasta destacou que parte dos que testaram positivo aguardam a contraprova, ou seja, os números podem sofrer alterações nos próximos levantamentos.

*Com informações da Secretaria de Saúde

Fonte: agenciabrasilia.df.gov.br/2020/04/16/papuda-tera-hospital-de-campanha-com-40-leitos-para-casos-de-covid-19

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here